O Ministro da Agricultura e Alimentação da República Francesa Didier GUILLAUME, visitou Angola de 1 à 2 de abril de 2019 [fr]

O Ministro da Agricultura e Alimentação, entregou ao Presidente da República de Angola, João Lourenço, uma carta do Presidente da República Francesa. Durante esta entrevista, a natureza estratégica dos setores agrícola e agroalimentar e do comércio bilateral foi reafirmada. Questões de desenvolvimento agrícola e rural em todo o continente e questões multilaterais foram discutidas.

JPEG

O Ministro da Agricultura e Alimentação, em seguida, conduziu com o seu homólogo angolano, mas também com o Ministro do Ensino Superior e o Ministro da Educação, uma revisão da implementação do acordo agrícola intergovernamental. assinado em 2018. Após um ano foram realizados os primeiros compromissos em termos de treinamento, especialização em saúde e identificação de oportunidades econômicas bilaterais.

JPEG JPEG JPEG

A formação agrícola e veterinária está no centro do projecto de desenvolvimento agrícola angolano. Uma iniciativa conjunta, envolvendo empresas francesas e angolanas, será iniciada para revitalizar a escola agrícola de Tchivinguiro, precursora da educação agrícola em Angola. A intensificação da ação da educação agrícola francesa, a Agência Francesa de Desenvolvimento e a mobilização da expertise do CIRAD serão fundamentais para o desenvolvimento de setores agrícolas resilientes.

JPEG

Um fórum empresarial franco-angolano valorizou o potencial significativo do comércio (sementes, agro-equipamentos, irrigação e engenharia) e investimento em vários setores da produção agrícola e agro-alimentar (algodão, cereais, gado).

JPEG

A este respeito, Didier Guillaume sublinhou o sucesso de algumas empresas, como o grupo CASTEL, o maior empregador do país, ou as recentes fábricas de Mecatherm ou Technisem que abordaram com sucesso o mercado angolano.

JPEG

O ministro também visitou a província agrícola de Malanje, onde visitou dois projetos de cooperação bilateral: a Escola Eiffel e o Instituto de Tecnologia de Alimentos de Malanje (ISTAM).

JPEG JPEG

A rede de escolas Eiffel foi criada a partir de 2008 pelo Ministério da Educação de Angola, a empresa TOTAL e a missão secular francesa e inclui 4 escolas secundárias em Angola.

JPEG JPEG JPEG

A ISTAM é o resultado de um projeto de cooperação entre a França e Angola. Este futuro centro de excelência em agronegócios tem uma equipe de professores formada principalmente em Montpellier SupAgro.

JPEG JPEG

Os primeiros alunos do agronegócio estão em formação, as infra-estruturas científicas e técnicas, de referência na África Austral, estarão totalmente operacionais no final de 2019.

JPEG

Na assinatura uma declaração conjunta entre os dois ministros da agricultura,
Didier Guillaume reafirmou seu compromisso com uma mobilização coordenada de capacidade francesa na agricultura (formaçãoo, pesquisa, engenharia, financiamento e comércio) para atender à fortalecida parceria franco-angolana.

JPEG JPEG JPEG

Atualização : 26/04/2019

Princípio da página